Regulamentação de Inoculantes (inoculante)

Inoculação é o processo por meio do qual bactérias fixadoras de nitrogênio, são adicionadas às sementes das plantas antes da semeadura. A inoculação é feita com um produto chamado de inoculante ou biofertilizante.

Os inoculantes são vendidos em maior escala para aplicação na soja onde são vendidos mais de 20 milhões de doses no país. Outras plantas também fazem uso desta tecnologia como o feijão comum, o feijão caupi, amendoim, adubos verdes diversos, leguminosas arbóreas utilizadas na recuperação de áreas degradadas, sendo todas pertencentes a plantas que formam nódulos. Os produtos inoculantes são bastante utilizados em outros países como o México e na Argentina, por exemplo.

No Brasil, graças ao processo de FBN (Fixação Biológica de Nitrogênio), a inoculação substitui totalmente a necessidade do uso de adubos nitrogenados nas lavouras de soja. O inoculante contém bactérias selecionadas que quando associada às raízes de soja, conseguem converter o N2 da atmosfera em compostos nitrogenados, em quantidades de até 300 kg de N/ha, que serão utilizados pela planta. Além da economia obtida quando se substitui a utilização de fertilizantes nitrogenados industrias pela inoculação da soja, essa é uma tecnologia extremamente simples e que não polui o meio ambiente.

Quer regularizar seu inoculante e não sabe como fazer, entre em contato conosco podemos lhe assessorar em todas as etapas para regulamentação do estabelecimento produtor e do seu produto.

Regulamentação de Inoculantes (inoculante)
Comparti-lhe

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email.